Últimos artigos

Garanta a qualidade do seu sono

Dormir bem é tudo o que se quer. Estejamos felizes ou tristes, cansados ou relaxados, uma boa noite de sono, ou mesmo uma sesta na hora certa, fazem milagres pelo nosso bem-estar. Mas, sono embora a natureza nos prepare para dormir todos os dias, várias horas por dia, nem sempre nosso organismo corresponde a essa necessidade, e o resultado é o cansaço, a ansiedade e, muitas vezes, o mau humor.
Segundo o médico gaúcho Denis Martinez, autor do livro Como vai seu sono?, cerca de 50% dos idosos têm dificuldade para dormir. O problema acontece porque, à medida em que envelhecemos, os neurotransmissores que coordenam o nosso sono também envelhecem. "Os distúrbios do sono não têm origem psicológica, mas orgânica. A sociedade criou o mito de que a dificuldade de dormir tem relação com a consciência pesada, mas a causa da insônia é sempre física".
Ele observa que "o sentimento geral é de que o sono é um estado mágico, protegido por um 'anjo da guarda', e que não necessita cuidados. Só os que sofrem com seu sono sabem o quão errada é essa idéia. A prevenção de distúrbios do sono não é diferente de outras formas de prevenção. Ela exige cuidados. Assim como se deve escovar os dentes diariamente para evitar cáries e perda de dentes, deve-se também tomar cuidados com o sono para que não se venha a desenvolver insônia e outras doenças".
Veja algumas dicas para melhorar a qualidade do seu sono:
Primeiro de tudo, durma em um local confortável, fresco, escuro e silencioso. As alterações de ruído, de luz e de temperatura podem atrapalhar o sono.
Prepare-se para dormir. Crie seus próprios rituais, como a meditação, o relaxamento, a oração ou outra técnica de controle da tensão.
Evite olhar o relógio a cada vez que acordar: este hábito pode piorar uma eventual noite de insônia.
Pratique exercícios regularmente, pois isso melhora as condições do organismo. Mas procure fazer ginástica até seis horas antes de se deitar.
Não durma com fome. Uma boa dica é beber um copo de leite morno antes de ir para a cama: o leite é rico em triptofano, que é um precursor da serotonina - substância envolvida no processo de sono.
Faça refeições leves à noite. A partir dos 16 anos, a capacidade digestiva de nosso organismo começa a diminuir, e uma digestão difícil atrapalha terrivelmente o sono.
Use a cama apenas para dormir, e não para ver televisão, ler ou jogar videogame, pois esses hábitos são desfavoráveis ao sono.
Se estiver numa noite de insônia, não fique na cama forçando o sono. Levante-se, procure alguma atividade e só retorne quando sentir sono.
Tratamentos para a insônia e outros problemas: Se você tem dificuldade de dormir, e as mudanças de hábitos acima não solucionarem o seu problema, é fundamental procurar um médico e, se for possível, uma clínica do sono. Nessas clínicas, o paciente é monitorado enquanto dorme para ter seu problema diagnosticado com maior precisão. Os tratamentos para os problemas do sono variam de caso a caso - por isso a avaliação médica é tão importante.

Terra