Últimos artigos

Acidente mata Pastor da Igreja Assembleia de Deus


Evangelista que morava em Santa Rosa viajava a trabalho na hora do acidente.

Foi velado na tarde desta quinta-feira, 21 de julho, o corpo do evangelista da Igreja Assembleia de Deus de Santa Rosa, Paulo Roberto Fagundes da Silva, conhecido carinhosamente como Paulo Fiapo.

Paulo, de 47 anos, morreu na quarta-feira quando o veículo que dirigia, um Fiat Tipo, bateu em uma árvore e despencou de um barranco de 10 metros, caindo nas águas do Arroio Burro Preto, na altura do quilômetro 96 da ERS 324, entre Passo Fundo e Marau. Junto com ele estava Vilmar Correa Lisboa, de 60 anos, que sobreviveu ao acidente e foi encaminhado ao Hospital Cristo Redentor, de Marau. O acidente ocorreu por volta das 16h de quarta-feira e o corpo do pastor foi encontrado nesta quinta-feira, por volta das 10h. De acordo com Vilmar, um pneu do carro furou, o motorista perdeu o controle do veículo, que capotou no Arroio Burro Preto.

Paulo, que era casado e tinha três filhos, trabalhou por cinco anos na Igreja Assembleia de Deus de Senador Salgado Filho e também atuou na igreja de Santo Cristo. 'Ele estava indo fazer o que gostava, pois amava seu trabalho', afirmou a esposa Elisângela. O pastor morava em Santa Rosa, onde também atuava como monitor junto ao Centro de Reabilitação Nova Vida, o Crenovi.

O corpo foi velado na Matriz da Igreja Assembleia de Deus de Santa Rosa.