Últimos artigos

Padre Anglicano tira da Bíblia texto por achar que “Deus é cruel”


O padre anglicano Geraint ap Iorwerth (foto), 60, da Igreja de St. Peter ad Vincula, da vila Pennal, no oeste do País de Gales, cortou os trechos bíblicos que mostram Deus como “cruel e vil” e montou um painel em comemoração aos 400 anos da tradução para o inglês da Bíblia, a versão conhecida por King James, a mais popular do Reino Unido. Ele queimou as páginas das quais foram retiradas a citações.

O bispo Andy John criticou o padre porque, segundo ele, o painel ofende muitos fiéis. “Foi um desrespeito”, disse. Ele informou que iria

O padre, à direita, mostra os recortes a um jornalista

conversar com Iorwerth para aplicar uma punição, se esse for o caso.

Iorwerth afirmou contar com o apoio de fiéis. Explicou que decidiu fazer a montagem dos recortes porque, neste ano de comemoração da tradução da Bíblia, ninguém destacou que o Deus ali revelado prega a crueldade, a vingança e o odeio. Argumentou que o que fez foi uma “obra de arte experimental”, não uma ofensa.

Contou que as pessoas estão se afastando da igreja por causa do Deus da King James e que há fiéis que procuram manter seus filhos longe dessa Bíblia, embora ela venha recebendo elogios por se tratar de uma boa tradução.

“A minha versão de Deus é a de Jesus, é a de pura compaixão e amor incondicional.”

Apesar da crítica do bispo, Iorwerth tem planos para continuar denunciando o Deus cruel. Disse que usará a montagem para confeccionar um cartão de Natal e criará na igreja um “muro da vergonha” onde colocará os recordes da Bíblia.

Notícias Cristãs com informações da BBCNews via Paulo Roberto Lopes