Últimos artigos

SILAS MALAFAIA À LANNA HOLDER: OS HOMOSSEXUAIS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS



Enquanto Lanna Holder, agora assumida a sua homossexualidade, vem com sua Igreja que não considera a homossexualidade como pecado, o pastor Silas Malafaia é contundente em afirmar que os homossexuais não herdarão o Reino dos Céus.

Em entrevista à Revista Exibir Gospel, Silas Malafaia, do Ministério Associação Vitória em Cristo enfatiza a homossexualidade como pecado e alega que o homossexual não é membro da Igreja se permanecer no pecado.

“Como qualquer organização, a Igreja tem regras. O homossexual é bem recebido, mas ele não será membro, porque está no pecado”.

Pastor Silas Malafaia aponta para o versículo 11 de 1 Coríntios que diz, "alguns de vós têm sido (referência aos impuros, idólatras, sodomitas); mas haveis sido lavados, santificados, justificados em nome do Senhor Jesus pelo Espírito do nosso Deus". Desta maneira, não é possível que alguém venha para a Igreja e permaneça homossexual.

Lanna Holder, voltando depois de anos após sua polêmica recaída no lesbianismo, abriu uma Igreja com sua companheira, Comunidade Cidade de Refúgio, que ela chama de inclusiva. Sem lutar mais contra seus desejos homossexuais, hoje ela afirma que a homossexualidade não é pecado, dizendo que a a Bíblia não é clara sobre isso. Ela e sua parceira deixaram seus respectivos esposos no passado.

Lanna Holder está "teologicamente errada e confusa", segundo o pastor Malafaia. "Jesus ama todos, mas não consente que se continue no pecado. à mulher adúltera ele disse ‘Vem, mas, agora, não peque mais’".

Mesmo sem apontar versículos da Bíblia, Malafaia afirmou: “Homossexualidade na Bíblia é pecado, pode tentar, forçar, mas é pecado”. Além disso, como psicólogo ele refuta a idéia de que uma pessoa nasça “Não existe ordem cromossômica homossexual. O cromossomo de um homem hetero é igual ao de um homem homossexual, assim como o cromossomo da mulher hetero é como o da mulher homossexual. Homossexualidade é preferência, aprendida ou imposta, é comportamental”, afirmou.

A Igrejas, que muitas vezes não abordam o assunto nas pregações, devem ter uma atenção especial com os homossexuais, de acordo com Pastor Silas. Os homossexuais pelo geral, se sentem recriminados e julgados e por isso acabam por criar uma barreira que os separa dos Cristãos, levando-os a buscar formas alternativas como tais Igrejas nas quais a homossexualidade é aceita sem julgamento.

“Tem que ajudar, amar e integrá-lo. Muita gente não entende isso. No entanto, se quer ser membro, tem de se submeter às regras. Há salvação para o homossexual, bandido e até para os que se acham politicamente correto. Mas se não aceitar a Cristo, não será transformado, não será perdoado e vai para o inferno. Isso vale para mim e para qualquer um”, foram as palavras de Pastor Silas.